logoisacar

O DESENVOLVIMENTO DAS HABILIDADES SOCIAIS
PARA O ENFRENTAMENTO DA ANSIEDADE SOCIAL

A ansiedade social ou Fobia Social é caracterizada pelo medo acentuado e persistente sentido por um indivíduo em situações que exige um desempenho social, principalmente situações desconhecidas, como falar em público, relacionar com o sexo oposto, entrar em ambientes que já estão mais pessoas, iniciar conversas, fazer contato visual. O confronto dessas situações, elicia receios de que serão avaliados negativamente e sofrerem humilhações.
Este problema é relevante e sério que deve ser considerado pela saúde mental, porque gera um impacto prejudicial em diversos âmbitos da vida desses indivíduos com esta condição clínica (D´el Rey, & Pacini, 2005). Esta condição nos Fóbicos Sociais,pode desenvolver o abuso do álcool ou substâncias psicoativas, patologia depressiva, problemas comportamentais, isolamento social o que agrava os sintomas.
A ansiedade social é ainda é subdiagnósticada e negligenciada por pessoas que são acometidas pelos sintomas da ansiedade, e que causa transtornos na vida pessoal e profissional, consequentemente deixando-as nervosas ou desconfortáveis em situações sociais (Binelli et al., 2012). Normalmente, inicia-se na infância ou na fase da adolescência. Pontua-se que a ansiedade é uma característica biológica do ser humano que antecede momentos de perigo ou ameaça.
Na ansiedade social a sensação corporal, os pensamentos antecipatórios de perigo, ultrapassa dos níveis normais, fazendo com que os portadores da ansiedade social experimentem graus intensos e que podem ocorrer alterações fisiológicas como, por exemplo:

1. Sudorese; 2. Taquicardia; 3. Tensão muscular; 4. Dificuldade de pensar com clareza, 5. Dor no estômago;
6. Vertigem ou tontura

Estudos apontam que o desenvolvimento das Habilidades Sociais que é um conjunto de comportamentos apropriados em uma interação social, ajudaria os indivíduos que tem um elevado grau de ansiedade, a desenvolver-se socialmente nas demandas sociais. As Habilidades Sociais estão relacionadas às grandes áreas de:
Habilidades assertivas: saber se expor sua opinião com equilíbrio, reconhecer erros e lidar com críticas e receber elogios;
Habilidades comunicativas: saber como começar conversas, responder perguntas e elogiar os demais;
Habilidades empáticas: saber se colocar no lugar do outro, reconhecer seus sentimentos e necessidades;
Habilidades de sentimento positivo: saber ser solidário e criar vínculos de amizade;
Habilidades de civilidade: saber agradecer, apresentar-se e despedir-se;
Habilidades de trabalho: saber falar em público, solucionar problemas, tomar decisões e gerenciar equipes.

As habilidades sociais é uma área de estudo dentro da psicologia que busca a desenvolver treinamentos para grupos específicos, dentre eles está a população que tem a Ansiedade Social. A Terapia Cognitivo-Comportamental,auxilia este indivíduo a reconhecer qual sua área mais vulnerável e então programar um treinamento específico com técnicas e estratégias, para o enfrentamento de situações ansiogências para este indivíduo. Evidentemente, não é uma receita de bolo, tendo em vista que cada indivíduo tem sua história de vida e as situações que gera mais ansiedade. Além disso, existem testes específicos para auxiliar o psicólogo no diagnóstico da Ansiedade Social e se existe déficits no repertório das habilidades sociais.

Isacar Rodrigues – Psicólogo Clínico-CRP-04/40096
Especialista em Terapia Cognitivo-Comportamental; Especialista em Dependência Química, Neurociência e Aprendizagem
Mestrando em Psicologia-Universidade Federal de São João del Rei

 

ABRE / FECHA

Segunda

-

Terça

-

Quarta

-

Quinta

-

Sexta

-

Sábado

-

Domingo

-

INFORMAÇÕES DE CONTATO

Endereço:

R. Cecília Lara Albuquerque, 11 Centro - Arcos/MG

Telefone: